terça-feira, 5 de maio de 2009

Gerenciamento de pessoas: O grande desafio para excelência do seu negócio


Tenho ficado impressionado com as empresas, muitas delas recém formadas ou que apenas estão começando no mundo dos negócios e que querem ter “Sucesso Já!”.

Muitos destes empreendedores acreditam que o êxito no mundo dos negócios virá como um passe de mágica. Parece que muitos perderam a noção de que para triunfar e sobreviver no mundo dos negócios é uma questão de trabalho e, sobretudo da valorização das pessoas que formam o quadro de colaboradores da empresa.

Por falar em gerenciamento de pessoas, tenho notado ao longo dos anos uma insatisfação generalizada por parte dos colaboradores em relação aos seus gestores, os comentários geralmente são:
- Ele é um grosso; Não sabe tratar bem as pessoas; Grita com todo mundo; Ele é despreparado, dentre outros comentários, que não posso citar aqui...

Gostaria de lembrar a você profissional que tem o papel de gerenciar ou liderar pessoas, que a excelência no mundo dos negócios só ocorre quando o comandante serve como exemplo e referência aos seus colaboradores, de tal modo que ele sirva como modelo positivo a ser seguido.

Assim, antes de pensar em como ganhar dinheiro de maneira imediata; em ter sucesso de forma mirabolante e rápida, pense em como se dedicar mais, em ouvir mais as pessoas, melhorar como pessoa e profissional, valorizando quem te oferece suporte, para chegar ao topo. E, lembre-se: construir o sucesso leva algum tempo e ninguém consegue ter sucesso sozinho. Ninguém é sucesso do dia para a noite. O sucesso é feito do comprometimento diário, da perseverança, do foco, da humildade, da crença em sua capacidade de aprender com os outros, e, principalmente, da retaguarda, da vontade, paciência, disposição para começar coisas aprender coisas novas, recomeçar, empreender, enfim, ao invés de ficar buscando fórmulas mágicas para resolver os problemas do seu negócio, olhe para dentro da empresa e ouça seus colaboradores, eis o grande segredo para sair de uma posição passiva, para uma posição de destaque e visibilidade no mundo dos negócios.

Pense nisso e aja!

3 comentários:

demomex disse...

Concordo com post, e sigo a mesma linha: O sucesso é o ápice de um longo tempo de trabalho, humildade e persistência na eficácia de um fruto que foi desenvolvido com muito suor e que merece o reparo diário e contínuo.

Existem pessoas e corporações que almejam com uma pressa absurda o sucesso, com uma sede feroz e muitas vezes, sem sentido. Antigamente, o sucesso surgia em um grupo de pagode que tocava tão pouco quanto merecia, ou um garoto com poucos toques numa bola de futebol, já causava suspiros em qualquer treinador carente de um verdadeiro talento.

Certa vez ouvi: "Chegar ao sucesso com uma música pode ser fácil, o mais difícil é permanecer lá."

=)

Aline disse...

Acredito MUITO nisso !

E estou trabalhando muito para que minha empresa se destaque neste caos pelos bons relacionamentos internos, capacitação constante e, consequentemente, bons resultados.

Aluna do Prof. Maróstica do MBA do INPG Campinas Aline Nascimento

CelsoPagotto disse...

Caro Mestre Maróstika,

Acredito piamente em sua colocação. Como seguidor de James C. Hunter (O Monge executivo -editora Sextante/2004), tenho constatado a confusão na mente dos executivos na relação entre poder e liderança. James C. defende que a base da liderança não é o poder e sim a autoridade conquistada com amor.
Na prática, o mesmo executivo que usa a força para conduzir suas equipes também tenta domar o sucesso, mas este só aparece para quem faz por merecer: as mentes que triunfam.